Tag: Gravidez

Esperando Bárbara!

imageEsse ensaio foi feito com 32 semanas de gestação, com a super fotógrafa especialista em grávidas, Lidiane Lopez.

Ah, que saudade do barrigão! Eu curti muito as duas vezes que fiquei grávida, mas essa, mais ainda! Pois teve um gostinho de ser a última vez. Provavelmente seja mesmo. (dois filhos já está bom! rs) Curti cada minuto da gestação! Quanto mais minha barriga crescia, mais me sentia bonita. Muita gente me pergunta quantos quilos engordei na gravidez. Foram sete quilos. Engordei pouco, não porque fiz regime, mas porque não conseguia comer muito mesmo. Fiquei super enjoada no começo, o que fez com que eu até emagrecesse. E depois dos 4 meses, que passaram os enjoos, eu simplesmente não tinha muito apetite. Mas querem saber o que acho disso tudo? Nada importante. Acho que grávida tem que comer de tudo sim, se essa for a vontade. A última coisa que uma grávida tem que se preocupar, é com o peso. Depois tudo volta ao normal. :-) O importante é ser feliz!

Agora, fiquem com as fotos… Consegui convencer até meu marido, Lásaro, a participar! E nosso filho, João Paulo também, é claro!

imageimageimageimageimageimageimageimageimageimageimage

Mais
compartilhe

Esperando uma menina…

Estou vivendo, novamente, uma das maiores emoções da minha vida! Quero dividir com vocês esse momento tão mágico na vida de uma mulher. Estou grávida de 24 semanas. O meu filho, João Paulo, vai ganhar uma irmãzinha! Quem já teve essa experiência sabe que essa é uma fase de muitas transformações. Não só no nosso corpo, mas dentro da gente. Uma mistura de felicidade e  medo. Acredito que seja assim com todas.

Essa gravidez está sendo bem diferente da primeira. Passei muito mal no começo, coisa que da primeira gravidez, já não aconteceu, apenas um pouco de enjoo. Como dizem, uma gravidez não é igual a outra. Agora já estou super bem. Mas como a barriga cresceu bastante de umas semanas pra cá, tenho sentido muita dor no nervo ciático. É uma dor que vai e volta. Tem dias que nem sinto e tem dias que mal consigo andar. Normal.

Nessa gravidez, resolvi não fazer nenhuma atividade física. Tudo porque tenho medo de ter novamente um filho prematuro. Não que necessariamente quem tem um prematuro, terá outros também. Mas as chances de acontecer de novo, diminuem. Na minha primeira gravidez, perdi muito líquido amniótico. E isso é muito perigoso. As recomendações nesse caso são: beber muita água e fazer repouso. Por isso, optei em esperar ela nascer, para depois retomar minhas atividades físicas. Em um outro post, contarei mais sobre como foi o nascimento prematuro do João Paulo. No mais, eis aqui a Bárbara!

image

Mais
compartilhe